• 1
  • 2
  • 3

Boletim Eletrônico - SAESP

Se formar e arrumar uma posição de trabalho no mercado é somente a primeira etapa da carreira. Não diria que é a mais fácil, mas com certeza os demais passos são bem mais complicados.

Atualmente tenho encontrado muitos profissionais jurássicos que não evoluíram para acompanhar as mudanças que ocorrem no mercado. Provavelmente nem perceberam que já deveriam estar extintos de tão fechados a mudanças e reciclagens.
 
Quando me refiro a estes profissionais, não me refiro à idade cronológica. Tem muita gente jovem com espírito velho , existem profissionais jurássicos de qualquer idade em qualquer área de trabalho.
 
Administrar à carreira exige atenção, planejamento, dedicação e esforço, por isso tenho encontrado dificuldade em conhecer profissionais que estejam realmente comprometidos com o seu desenvolvimento profissional. A maioria é apenas reativa às mudanças e alguns até passivos. São os futuros profissionais jurássicos.
 
Estes são aqueles profissionais medianos e medíocres que cumprem estritamente suas funções, entram pontualmente e saem no horário, não se envolvem em nenhuma questão que não esteja relacionada com sua área. Vão de casa para o trabalho e do trabalho para casa. Possuem uma rotina militar cheias de rituais e regras.
 
Infelizmente, tenho que admitir que eles são necessários, pois são responsáveis pelo lado operacional da empresa, mas com certeza não se destacarão no mercado.
 
imagem robertoSe você não quer fazer parte dessa orla de profissionais "normais" deve fazer um raios-X da sua carreira. Comece avaliando a sua performance. Você está satisfeito com os resultados que vem obtendo? Quais os cursos que você está freqüentando hoje? Quais os livros que você está lendo? Se a resposta for nenhum, então já passou da hora de mudar, pois se você continuar agindo assim sua carreira vai estacionar.     
 
Ser inovador é fundamental em um mundo que vive constantes mudanças. Procure estar "antenado" com a realidade de seu mercado para poder perceber as mudanças enquanto elas ocorrem. Procure desenvolver, hoje, as competências que serão essenciais amanhã.
 
Porém isso é fácil de falar, mas difícil de fazer já que as mudanças estão mais rápidas e mais caras. Ser pioneiro, sair na frente, sem dúvida é importante. O problema é que é fácil entender as mudanças depois que elas já ocorreram. O difícil é percebê-las antes ou enquanto elas ocorrem.
 
Para que isso seja possível você deve estudar, ler, participar de cursos, enfim reciclar o seu conhecimento, ampliar seu horizonte intelectual.
 
E mesmo assim você não acertará todas às vezes, sempre existirá a possibilidade de erro, mas essa opção trará mais benefícios do que ficar parado, esperando o que vai acontecer para que somente depois você tome suas decisões em segurança.
 
Segundo Peter Drucker uma competência essencial para os profissionais do século XXI é possuir a capacidade de aprender, desaprender e reaprender.
 
Isso significa reavaliar frequentemente a sua experiência e conhecimento, ter coragem de descartá-los e reaprender novas competências. É quebrar paradigmas e se desvencilhar de crenças enraizadas em nosso ser.
 
"A receita para a perpétua ignorância, é permanecer satisfeito com as suas opiniões e contente com seus conhecimentos", diria Elbert Hubbard filósofo e escritor, autor do famoso texto "Uma mensagem a Garcia"
 
Mude, recicle o seu trabalho e encontre novos nichos de atuação, seja craque em outras áreas para se tornar necessário. Pois, se você ficar agarrado numa posição confortável, corre o risco de descobrirem que o que você faz já não é mais tão essencial. Não espere que alguém lhe chame a atenção, faça você mesmo isso.
 
Qual a sua estratégia de desenvolvimento pra 2013?
 
Por: Roberto Recinella - Gestor em Capital Humano