• 1
  • 2
  • 3

Boletim Eletrônico - SAESP

 A definição do dicionário para talento é uma grande e brilhante inteligência; agudeza de espírito; disposição natural ou qualidade superior; espírito ilustrado e inteligente; grande capacidade; pessoa possuidora de inteligência invulgar.

 

Enfim como na maioria das definições depois que acabamos de ler ficamos ainda mais confusos.

Em minha opinião não existe uma definição exata para talento. Talento se prova, se revela, se destaca, mas não se explica. Atualmente usa-se o termo talento para designar a habilidade extraordinária que algumas pessoas possuem para realizar atividades diárias, ao ponto de se destacarem por isso.

Todos têm talento, mas em áreas e graus diferentes.

Existe um mito sobre talento que diz que ele á genético, ou seja, as pessoas nascem com talento. Mas isso é meia verdade, se a pessoas nascem com um talento e não o desenvolve este não fará diferença alguma em sua vida pessoal ou profissional.

Atualmente pesquisadores e estudiosos acreditam que o talento vai alem da aptidão nata, ele pode ser desenvolvido e aprimorado.

Imagine um diamante, o mais belo que você tenha visto na vida. Com certeza ele não foi achado assim, antes disso, era apenas uma pedra de diamante bruta em que uma pessoa viu seu potencial e através de ferramentas especificas retirou pedaços e lapido-o até que atingisse o auge do seu esplendor.

O consultor americano Richard Leider diz que se você foca as fraquezas, consegue levá-las até a média. Mas quando foca nos pontos fortes, no que as pessoas gostam de fazer, seus talentos, aí você pode levá-los até a maestria.

Resumindo talento deve ser desenvolvido, não basta possuí-lo e isso exige dedicação e trabalho.

Gosto de citar o exemplo de um grande pianista de reconhecimento internacional que foi indagado por um fã que lhe disse que daria a vida para ter o seu talento

E ele respondeu: Eu dei a minha vida para tê-lo.

Mas primeiro devemos encarar um dos grandes desafios pessoais do século XXI, descobrir o próprio talento. Talvez o caminho para conseguir fazer isso seja através do autoconhecimento.

Li recentemente no livro "Dança Macabra" de Stephen King uma definição de talento muito interessante.

Talento é como uma faca cega que não corta nada, a menos que seja empunhalada com muita força, uma força tão grande que a faca não está propriamente cortando, mas golpeando e assim depois de 3 ou 4 golpes violentos, ela pode quebrar-se, isso acontece com a maioria das pessoas.

Por isso não basta nascer com talento, deve-se moldá-lo.

Segundo King a disciplina e trabalho constante são as pedras de amolar sobre as  quais esta faca cega do talento é trabalhada até ficar afiada o suficiente para ser usada com eficiência e facilidade.

Nenhum profissional foi presenteado com uma faca previamente amolada, ainda que poucas pessoas possuam espadas ao invés de facas, os quais costumamos chamar de "gênios", nós devemos afiá-las através de diferentes graus de zelo e aptidão.

Com quais ferramentas você está afinado os seus talentos?

boletim 19 robertorecchinela

Roberto Recinella possui M.B.A pela FGV e Ohio University em "Gestão de pessoas em ambiente de mudanças".

Idealizador da PHD – Pharmácia do Desenvolvimento Humano , a 1ª Farmácia Comportamental do Mundo.

Formado em Coaching pela Academia Brasileira de Coaching licenciada pelo BCI – Behavioral

Coaching Institute, utilizando a Filosofia Willpower.

Eleito um dos 25 maiores nomes em motivação corporativa no Brasil sendo um doscolaboradores do livro "Gigantes da Motivação" Ed Landscape, 2007.

www.rrecinella.com.br